Terça, 13 Julho 2021 20:12

Polícia Civil prende venezuelano por porte de munição na Vila São Silvestre

Polícia Civil prende venezuelano por porte de munição na Vila São Silvestre Ascom/Polícia Civil

Agentes do SIOP (Setor de Investigação e Operação) da Delegacia de Alto Alegre prenderam em flagrante, na quinta-feira (07), o venezuelano C. A. R. H., por crime de porte de munição de uso permitido. A ação policial ocorreu na Vila São Silvestre.

De acordo com informações prestadas pelo delegado titular de Alto Alegre, Wesley Costa, a prisão ocorreu após diligências para investigar denúncias de que dois indivíduos de nacionalidade venezuelana estariam comercializando entorpecentes em uma residência.

Próximo ao ponto de vendas de drogas, os policiais abordaram homem em atitude suspeita e durante a verificação foi encontrada com ele uma porção de substância semelhante à droga. Ele indicou o local onde havia adquirido o entorpecente.

Em diligência continuada, o trabalho de busca foi realizado em uma residência e no local foram realizadas buscas pessoais e no imóvel. No local estavam os dois venezuelanos J. J. A. B. e C. A. R. H. Na busca pessoal em C. A., foi encontrado no bolso da calça o valor de R$ 325,00 em cédulas de 100, 50, 20, 10 e 5 reais.

Dentro do imóvel foram encontrados cinco aparelhos celulares, três relógios com pulseiras de aço, dois relógios com pulseiras de borracha, seis munições intactas calibre 38, um invólucro de plástico com substância semelhante à maconha, um invólucro de plástico com substância semelhante à crack, oito pacotes de bicarbonato de sódio utilizado para “batizar” a droga e R$ 12.480,00.

Os policiais apreenderam ainda uma motocicleta Honda CG-125, Titan na cor vermelha, com numeração do chassi cortada e sem placa. Todo material e os dois imigrantes foram conduzidos até a delegacia de Alto Alegre.

O delegado lavrou contra o imigrante C. A., um APF (Auto de Prisão em Flagrante) por porte de munição de uso permitido. Ele foi encaminhado à Audiência de Custódia.

Ainda segundo o delegado, a denúncia inicial era de tráfico de drogas contra os dois homens. Entretanto, a quantidade de droga apreendida em poder de um deles era muito pequena e, por isso o C. A., foi autuado por porte de munição. O segundo homem foi liberado na delegacia.

Segundo o delegado, esse comércio de microtráfico pode ser coibido com a ajuda da população que pode denunciar movimentações suspeitas nas regiões em que vivem.

“Assim, o cidadão contribui para a redução dos índices de criminalidades nestes lugares, uma vez que o tráfico de drogas desencadeia outros crimes como os furtos, roubos, estupros, homicídios, dentre outros”, alertou o delegado.