Quinta, 10 Junho 2021 22:43

Policiais do 2º DP prendem venezuelano acusado de tentativa de latrocínio

Policiais do 2º DP prendem venezuelano acusado de tentativa de latrocínio Ascom/Polícia Civil

Uma investigação realizada por meio dos agentes do SIOP (Setor de Investigação e Operação) do 2º DP (Distrito Policial), que contou com o apoio de policiais do 1º DP, resultou no cumprimento, nesta quinta-feira, 10, do mandado de prisão preventiva, contra o venezuelano K. S. M. B., 21 anos, por tentativa de latrocínio.

A prisão ocorreu em um condomínio no bairro Caimbé, Zona Oeste da cidade. No apartamento do acusado, no momento da prisão estavam mais duas pessoas, o venezuelano J. F. T. A. e A. Z. F. R., que seria companheira de K. S. Um telefone celular roubado foi apreendido no momento da prisão do acusado.

De acordo com as informações do diretor do DPJC (Departamento de Polícia Judiciária da Capital), delegado Fernando Olegário, as investigações contra K. S. M. B. tiveram início após um registro de BO (Boletim de Ocorrência) relatando que no dia 15 de março, a vítima M. S. S. estava em um bar, localizado na Rua Ivone Pinheiro, bairro Caimbé, quando o acusado se aproximou dele, derrubando-o no chão e lhe acertou um golpe de faca. Em seguida, o criminoso arrancou o cordão de ouro que estava no pescoço da vítima e fugiu do local.

Olegário destacou que logo após os policiais terem conhecimento dos fatos, iniciaram as diligências e as investigações apontaram a identidade do suspeito. O delegado do 2º DP, Douglas Gabriel da Cruz, representou pela prisão preventiva dele, que foi deferida pela Justiça.

Conforme o diretor, com o avanço das investigações foi confirmado ainda que contra o acusado havia o registro de mais uma tentativa de latrocínio, fato que ocorreu em via pública no dia 03 de dezembro de 2020, onde a vítima, mesmo após entregar seu aparelho telefônico, foi esfaqueada.

“De acordo com relatos de testemunhas, K. S sempre age de forma violenta contra as vítimas, mesmo que elas não reajam à abordagem do criminoso. Importante ressaltar que nos dois casos não houve reação por parte das vítimas e, mesmo assim, ele agiu de forma fria e covarde. Mesmo constrangendo as vítimas com o emprego de uma arma branca e já estando de posse do produto do roubo, K. S., ainda esfaqueia as vítimas, o que demonstra por si só a periculosidade do autor dos crimes”, enfatizou o delegado.

Ainda segundo o delegado o acusado também está sendo investigado por cometer outros crimes nas proximidades do bairro Caimbé. No momento da prisão do acusado K. S. M. B., por tentativa de latrocínio, em um condomínio no bairro Caimbé, Zona Oeste da cidade, estavam em sua companhia, o venezuelano J. F. T. A. e mulher dele, A. Z. F. R.,

Em poder da mulher foi apreendido um telefone celular, que segundo a mesma, havia sido adquirido na feira. Mas depois de consultas, os policiais constataram que o celular foi roubado em uma loja no dia 04 deste mês.

“As vítimas deste roubo reconheceram os dois venezuelanos como autores do crime”, disse o diretor.

Contra o venezuelano J. F. T. A. foi verificado que ele responde a um APF (Auto de Prisão em Flagrante) por crime de receptação.

O venezuelano K. S. M. B. foi encaminhado à Custódia da Polícia Civil e ficará à disposição da Justiça.

“Nossos agentes vão continuar as investigações. Importante é destacar a parceria do cidadão que têm auxiliado a Polícia com informações para esclarecer crimes diversos. O cidadão pode continuar contribuindo com a Polícia Civil por meio do Disque Denúncia 181”, finalizou Olegário.