Sexta, 30 Abril 2021 19:34

Polícia Civil apreende dois adolescentes e prende um adulto com um quilo de maconha no Senador Hélio Campos

Polícia Civil apreende dois adolescentes e prende um adulto com um quilo de maconha no Senador Hélio Campos Ascom/Polícia Civil

Uma investigação da Polícia Civil que já durava um mês, no bairro Senador Hélio Campos, resultou na apreensão de aproximadamente um quilo de maconha, dois adolescentes e na prisão de L. C. M. S., de 21 anos.

As investigações foram coordenadas pela delegada titular da DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes), Francilene Lima Hoffmann de Vargas e executada por policiais lotados no SIOP (Setor de Investigação e Operação) do Denarc (Departamento de Narcóticos), da DRE e do DPJC (Departamento de Polícia Judiciária da Capital).

De acordo com a delegada, a droga estava enterrada quando foi apreendida na tarde desta quinta-feira, 29. Inicialmente os policiais receberam denúncias anônimas dando conta da participação de L. C. M., no tráfico de drogas.

Durante as investigações, os policiais constataram que dois adolescentes também participavam do tráfico de drogas, sendo um de 17 anos e o irmão dele, de 13 anos. A mãe do adolescente de 17 anos está presa no Sistema prisional por tráfico de drogas e, com a prisão dela, o filho de 17 anos assumiu a “chefia dos negócios” ilícitos.

Após uma diligência nas imediações da casa do adolescente, local que a investigação apontava que funcionava um ponto de venda de drogas, os policiais confirmaram que uma pessoa havia acabado de comprar droga no local e fizeram a abordagem. Com o usuário foi apreendida um papelote da droga.

Na casa do adolescente suspeito, no quarto dele os agentes apreenderam a importância de R$ 740,00, uma balança de precisão e uma porção de substância aparentando ser maconha.

No quintal, na parte da frente da casa, enterrados, foram localizados oito porções de maconha acondicionadas em invólucros escuros. Na lateral da casa, também enterrado, foi apreendido um “tijolo” de maconha.

Para os policiais ficou comprovado que o adolescente de 17 anos, por não ter carteira de habilitação, fez uma espécie de “contrato”, para que L. C. M., conduzisse uma motocicleta para lhe levar nos locais para fazer a entrega de drogas.

A delegada Francilene de Vargas autuou L. C. M., por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Contra os dois adolescentes foi lavrado um BOC (Boletim de Ocorrência Circunstanciado) por tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Os dois adolescentes foram entregues a um tutor. O adulto foi encaminhado para a Custódia da Polícia Civil e, na manhã desta sexta-feira, foi apresentado na Audiência de Custódia.