Terça, 30 Março 2021 19:39

Polinter prende pescador condenado pela Justiça por estuprar a filha

Polinter prende pescador condenado pela Justiça por estuprar a filha Ascom/Polícia Civil

Agentes da Polícia Civil, lotados na Polinter (Delegacia de Polícia Interestadual) localizaram e prenderam na manhã desta terça-feira, 30, pescador M.S.A. de 60 anos. Contra ele havia um mandado de prisão decorrente de sentença penal condenatória expedido pela Vara de Vulneráveis, em razão de ter sido sentenciado a pena de 25 anos de reclusão em regime inicialmente fechado, por crime de estupro de vulnerável, praticado contra a própria filha, na ocasião com oito anos de idade.

De acordo com a sentença condenatória, durante aproximadamente quatro anos, a partir do ano de 2004, M. S. A., de forma livre e consciente, buscando a satisfação de sua lascívia, praticou, por diversas vezes, atos libidinosos e manteve conjunção carnal com a vítima. Desde os seis anos de idade a menina morava com o pai e a madrasta. Ela relatou que os abusos iniciaram quando tinha 08 anos até seus 12 anos de idade.

Os abusos sofridos pela vítima eram constantes e, na maior parte das vezes, cometidos durante a noite, momento esse em que o infrator utilizando-se do pretexto de ter brigado com a esposa, trancava a porta de seu quarto e ia dormir no quarto da filha.

A menina foi morar com uma tia, por causa da localização da escola e, quando lhe informaram que teria que voltar a morar com o pai ela se desesperou e relatou à família todos os abusos que sofria, pois não queria voltar a morar com ele. A mãe da menina representou contra o acusado no NPCA (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente).

O homem foi processado e condenado pela Justiça à pena de 25 anos de reclusão em regime fechado. Ele recorreu da sentença, mas a Justiça negou provimento ao recurso e manteve a sentença condenatória em todos os seus termos. O processo foi transitado em julgado e expedido o mandado de prisão contra ele, por sentença condenatória.

A equipe da Polinter recebeu o mandado de prisão e após diligências localizou o pescador em sua casa, no bairro União. Ele tentou empreender fuga, mas foi imobilizado, preso e teve sua prisão formalizada. O homem foi apresentado à Custódia da Polícia Civil.