Quarta, 06 Outubro 2021 20:07

Força Tarefa de Segurança Pública prende três pessoas com dez quilos de drogas

Durante a ação foram apreendidos mais de nove quilos de Skunk, um de cocaína em pó, balança de precisão e mais de R$10.000,00. Durante a ação foram apreendidos mais de nove quilos de Skunk, um de cocaína em pó, balança de precisão e mais de R$10.000,00. Ascom/PF
Três pessoas foram presas em flagrante nesta terça-feira (05) por tráfico, associação para o tráfico e tentativa de homicídio pela FTSP (Força-Tarefa de Segurança Pública do Estado de Roraima). Durante a ação foram apreendidos mais de nove quilos de Skunk, um de cocaína em pó, balança de precisão e mais de R$10.000,00.
 
A ação foi realizada após agentes da FTSP receberem informações de que um indivíduo morador do bairro Conjunto Cidadão estaria realizando a distribuição de entorpecentes advindos de Manaus, em Boa Vista. A FTSP é integrada pelas Polícias Federal, Civil, Militar e Penal.
 
Na manhã de ontem, os policiais monitoraram o imóvel do suspeito e identificaram um veículo que seria usado no tráfico, o qual foi abordado após sair do endereço.
 
Contudo, o suspeito empreendeu fuga e colidiu com um veículo que estava parado. Dentro dele havia uma mulher gravida de oito meses, a qual sofreu uma forte pancada na cabeça e precisou de atendimento médico, sendo conduzida ao Hospital.
 
O suspeito continuou em fuga e abalroou uma motocicleta que era conduzida por uma mulher que, por pouco, não teve a sua cabeça esmagada pelas rodas do automóvel do suspeito.
 
O suspeito somente parou o automóvel após a equipe policial efetuar dois disparos na roda do automóvel.
 
Dois suspeitos que estavam no veículo ofereceram resistência à prisão, sendo necessário o uso de força física para dominá-los.
 
No automóvel os policiais encontraram três tablets de Skunk. Na residência do suspeito os agentes encontraram mais droga, balança de precisão, dinheiro e anotações com nome de quatro presos do sistema prisional de Roraima, sendo dois deles com cadastros de integrantes de organização criminosa.
 
Há indícios que o principal suspeito da ação também tenha atuação em regiões de garimpo ilegal. Todos foram presos e encaminhados ao sistema prisional onde permaneceram à disposição da justiça.
 
 
 
 
 
Ascom/PF