Sexta, 24 Setembro 2021 19:56

Polícia Civil esclarece furtos e apreende telefones e notebooks

Durante as diligências foram apreendidos aparelhos de telefone celular e notebook. Durante as diligências foram apreendidos aparelhos de telefone celular e notebook. Ascom/Polícia Civil
Agentes do SIOP (Setor de Investigação e Operação) do 4º DP (Distrito Policial) após uma série de investigações esclareceram três crimes de furtos ocorridos nos bairros Dr. Sílvio Leite, Alvorada e em Manaus, nas últimas 48 horas. Durante as diligências foram apreendidos aparelhos de telefone celular e notebook.
 
De acordo com informações prestadas pelo delegado Titular do 4º DP, Emerson Freire, os agente apreenderam um notebook furtado no dia 31 de julho no bairro Alvorada. Foram localizados e conduzidos à Unidade Policial os venezuelanos R.H.L.C., de 20 anos, apontado como autor do furto e O.E.G.L, de 20 anos, por receptação. Como não foram presos em flagrante, os dois homens foram interrogados e vão responder ao inquérito policial em liberdade.
 
Na continuidade das investigações, os policiais do 4º DP recuperam um aparelho de telefone celular Iphone 11, furtado no último dia 13, no Estado do Amazonas e que estava em poder de M.M.T.J., de 23 anos, que foi acusado de crime de receptação.
 
O suspeito alegou que havia comprado o aparelho celular pela plataforma OLX e que não sabia que se tratava de produto de furto. Segundo o delegado, M.M.T.J foi interrogado e responderá pelo crime de receptação em liberdade.
 
Um telefone celular furtado no último dia 15, no bairro Dr. Sílvio Leite, também foi localizado e apreendido pelos policiais. Os agentes conduziram quatro pessoas à Unidade Policial.
 
A.A.S, de 40 anos, estava em poder do aparelho celular e disse que o comprou em uma loja no bairro Buritis de propriedade de L.H.R.L, de 36 anos. Por sua vez, este suspeito afirmou ter comprado o telefone de M. S. S., que assumiu a autoria do furto. M. S. S., foi interrogado pelo crime de furto e os demais por envolvimento no crime de receptação. Todos eles vão responder ao procedimento em liberdade.
 
Segundo o delegado, esses três casos esclarecidos demonstra a atuação efetiva dos policiais, nas mais diversas ocorrências para esclarecer crimes.