Segunda, 10 Fevereiro 2020 20:52

Suspeito de envolvimento no sequestro e roubo de jovem em Rorainópolis é preso por receptação

Suspeito de envolvimento no sequestro e roubo de jovem em Rorainópolis é preso por receptação Ascom Polícia Civil

A equipe da Policia Civil do município de Rorainópolis prendeu na tarde desta sexta-feira, dia 07, um homem de origem venezuelana, suspeito de participar do sequestro e roubo do ajudante de pedreiro W. F. M. L, de 26 anos. Ele negou a participação no crime, mas foi encontrado em sua casa o telefone celular da vítima.

A vítima foi encontrada em uma casa em construção, no bairro Novo Brasil, amarrado e com uma corda no pescoço, na cidade de Rorainópolis. Levado ao hospital, bastante debilitado, no início ele não recordava de muita coisa. Entretanto, ao prestar declarações sobre o caso à delegada Suébia Cardoso, que preside as investigações o homem conseguiu lembrar alguns detalhes do que havia lhe acontecido.

Para a Polícia a vítima contou que saiu na terça-feira, dia 04, para ir à igreja, usando uma motocicleta pertencente a sua tia. Depois do culto, por volta de 22 horas, seguiu para uma vila onde mora a namorada, que é venezuelana. No local disse que ficou por meia hora com ela, e ao retornar para sua casa, durante o trajeto, percebeu uma luz forte em sua direção, e identificou que era uma motocicleta. Em seguida sentiu uma forte pancada em sua cabeça e desmaiou.

Segundo a vítima, quando acordou já estava em um carro e que duas pessoas falavam espanhol. Um deles foi chamado de “gordo”. Disse também que durante o trajeto essas pessoas colocavam algum produto em seu nariz, dopando-o e que o produto tinha um cheiro muito forte.

Na delegacia o rapaz contou também que foi roubado um telefone celular e uma quantia de R$ 200,00. Disse ainda que mora com uma tia e trabalha como ajudante de pedreiro no município.

O jovem lembrou que foi levado a uma casa de madeira. Foram realizadas diligências para localizar a casa, que fica no bairro Novo Horizonte, Rorainópolis, em um bairro distinto do lugar em que foi encontrado. Na casa, os policiais encontraram um homem de origem venezuelana, que foi reconhecido pela vítima como sendo uma das pessoas que teria lhe sequestrado. Dentro do imóvel foi encontrado o telefone celular de W. F.

Inicialmente o suspeito do crime, identificado Eliezer Arcila, informou que o celular havia sido deixado na casa dele por um amigo. Posteriormente mudou a versão e disse que havia comprado de um desconhecido pelo valor de R$ 150,00.
Também foi encontrada na casa uma substância, por nome “Butox” que supostamente teria sido o usado para dopar a vítima. Os policiais localizaram ainda uma motocicleta usada pelos suspeitos do crime, para abordá-lo na estrada, pois o veículo tinha algumas características citadas pela vítima.

A delegada Suébia Cardoso destacou que mais duas pessoas estão sendo investigadas suspeitas de participarem do sequestro seguido de roubo. A namorada da vítima também será ouvida, mas até o momento ela não foi localizada.

Para a Polícia o suspeito negou ter participado do sequestro e do roubo do celular. Entretanto, como o celular da vítima foi encontrado na casa dele, e pelo fato de afirmar que comprou o telefone, foi lavrado contra ele um APF (Auto de Prisão em Flagrante) por receptação dolosa e o suspeito foi apresentado à Audiência de Custódia.

“Quanto ao crime de sequestro seguido de roubo, está sendo investigada a autoria. As investigações continuam até que o caso seja completamente esclarecido”, destacou a delegada.