Terça, 10 Dezembro 2019 20:01

DILIGÊNCIAS INITERRUPTAS Policia Civil prende em flagrante suspeito de matar indígena idoso

DILIGÊNCIAS INITERRUPTAS  Policia Civil prende em flagrante suspeito de matar indígena idoso Polícia Civil

Em menos de 12 horas de diligências, agentes da DGH (Delegacia Geral de Homicídios) identificaram e prenderam em flagrante Rodrigo Tavares Jesus, de 19 anos, acusado de matar o idoso indígena Ariston da Silva, de 85 anos. O crime aconteceu na madrugada de ontem, dia 09, na comunidade Lago Grande, zona rural de Boa Vista. O acusado foi até a casa da vítima, e a enganou dizendo que precisava de socorro para trocar o pneu da motocicleta que estava usando.

Após esfaquear o idoso, o acusado saiu do local e foi até um posto de saúde e pediu socorro, alegando que havia uma pessoa ferida e em estado grave, tendo indicado o nome e o endereço da vítima. O crime foi comunicado à Polícia pelo Tuxaua da região.

Os servidores do posto de saúde foram até o endereço indicado e constaram que a vítima ainda estava viva. O idoso ainda chegou a dizer para um sobrinho, que estava em sua casa dormindo, quando alguém chamou batendo na porta de madrugada, pedindo ajuda, pois queria uma borracha e uma bomba para trocar o pneu da motocicleta, que estaria furada. A vítima disse que abriu a porta para a pessoa entrar e quando virou as costas para buscar o material para atendê-la foi golpeado pelas costas.

A polícia chegou ao suspeito por meio de uma testemunha que presenciou Rodrigo Tavares indo para a casa da vítima. Depois o infrator foi visto em uma motocicleta, deixando a região às pressas. O acusado conseguiu cruzar o rio por meio de um barco.

Rodrigo foi encontrado em uma casa no Bairro União, em Boa Vista, na tarde de ontem e confessou aos policiais ter assassinado o idoso com o intuito de roubar uma espingarda que ele tinha em casa.

Conduzido à delegacia, Rodrigo afirmou que desferiu várias facadas na vítima, mas que não lembra a quantidade exata. Ele relatou ainda que o Idoso tentou se defender, mas não conseguiu devido à idade avançada.

Apesar da motivação alegada para a prática do crime, Rodrigo afirmou que nada foi levado da casa. Ele estava com um ferimento em uma das pernas e disse que se cortou com a faca que usou para a prática do crime e que a jogou na estrada , enquanto ele fugia para Boa Vista.

O acusado foi autuado em flagrante por crime de homicídio qualificado pela delegada plantonista do Plantão Diferenciado, Luciana Machado.

Rodrigo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para fazer o exame de integridade física e encaminhado nesta terça-feira, dia 10, para Audiência de Custódia.