Segunda, 30 Setembro 2019 20:39

Polícia Civil autua em flagrante mecânico acusado de torturar a sobrinha de 12 anos

Polícia Civil autua em flagrante mecânico acusado de torturar a sobrinha de 12 anos Ascom/PCRR

A equipe do NPCA (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente) formalizou nesta quinta-feira, 26, a prisão em flagrante do mecânico V. T. A., 32 anos. Ele é acusado de ter torturado a sobrinha I. K. P. A., de 12 anos. O crime chegou ao conhecimento da Polícia Civil por meio de uma guarnição da GCM (Guarda Civil Municipal), que foi acionada pelo Conselho Tutelar.

De acordo com informações prestadas pela delegada do NPCA, Jaira Farias, a vítima mora com a avó e o tio paterno, que é acusado de tê-la agredido em outras ocasiões.
Entretanto, segundo a delegada, na noite de ontem, 25, ele extrapolou e a agrediu com muita violência. A vítima apesar das graves lesões causadas pela tortura, ainda chegou a ir à escola na manhã desta quinta-feira, 26.

“Na escola ao perceberem o estado de saúde em que a menina se encontrava, a coordenação acionou o Conselho Tutelar, que por sua vez chamou a Guarda Municipal. Os guardas municipais conseguiram localizar o acusado no local de trabalho, no bairro Santa Luzia e o conduziram até à Unidade Especializada”, disse a delegada.

A delegada disse ainda que o caso da menina não configura como lesão corporal. Durante as agressões, a vítima chegou a desmaiar. Após ser atendida na manhã de hoje, no Hospital da Criança, há a suspeita de que esteja com um coágulo no cérebro e será submetida a exames especializados nesta sexta-feira.

A delegada Jaira Farias, lavrou um APF (Auto de Prisão em Flagrante) contra o acusado por tortura, e ele foi encaminhado à Audiência de Custódia.