Sexta, 26 Abril 2019 14:20

Polícia Civil vai incinerar quase 300 coletes balísticos

Prazo de vencimento de coletes balísticos é de cinco anos (Foto: Samuel Brandão) Prazo de vencimento de coletes balísticos é de cinco anos (Foto: Samuel Brandão)

São 299 coletes balísticos (placa frontal, traseira e jogo de capa) e placas balísticas (frontal e traseira), além de acessórios inservíveis como 234 jogos de capa externa para colete balístico personalizado da Polícia Civil que serão incinerados.

 

A Delegacia-Geral da Polícia Civil de Roraima autorizou e determinou que o Núcleo de Armas, Munições e Explosivos (Name) conduza as diligências no sentido de incineração de coletes balísticos vencidos e acessórios, considerados materiais inservíveis.

A destruição dos coletes, segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Herbert de Amorim Cardoso, visa atender a Portaria nº 18 do Departamento Logístico do Exército Brasileiro que prevê, em seu artigo 39, que as instituições de segurança promovam a destruição de coletes balísticos vencidos e/ou inservíveis do seu patrimônio, preferencialmente por picotamento.

“Os coletes à prova de balas são feitos de materiais muito resistentes e de alta tecnologia. Entretanto, esses materiais também têm prazo de validade, se tornando impróprios para o uso e podem colocar em risco a vida dos policiais que necessitam do equipamento de proteção pessoal em seu cotidiano”, ressaltou o delegado.

Ele esclareceu que o prazo de vencimento dos coletes à prova de bala, conforme definido pelo fabricante, normalmente gira em torno de cinco anos após a fabricação. Como há uma regulação específica para destruição e nova aquisição de coletes, é obrigatória a destruição.

A Polícia Civil informa ainda que são feitas com regularidade aquisições dos referidos equipamentos, bem como há coletes suficientes para atender aos policiais civis e que a destruição dos coletes é uma rotina nas instituições policiais.

O dia da destruição dos coletes será divulgado conforme a publicação de um anexo no Diário Oficial do Estado. (E.R.)